Itajú do Colônia: Nepotismo e indícios de fraudes em licitações da saúde, educação e assistência social

Prefeito/Chefe de Finanças
Prefeito/Chefe de Finanças
Em Itajú do Colônia o prefeito é Djalma (PSDB), mas quem manda na Prefeitura são os parentes do prefeito como por exemplo, a chefe de finanças, Juliana Duarte (nora do prefeito).
O que chama atenção é que a interferência de Juliana Duarte é exatamente em secretarias que recebem verba federal, como: Saúde, Educação e Assistência Social.
Segundo informações, as licitações que vêm ocorrendo são direcionadas para empresas chamadas “Parceiras”. Estranhamente, é a própria Juliana quem negocia com as empresas e define quem vence as licitações.
Ainda segundo a fonte, as irregularidades que estão sendo praticadas pelo setor de licitações da Prefeitura de Itajú, já foram apresentadas a um vereador da cidade. Um relatório está sendo preparado para ser entregue na sede do Ministério Público- MP-Ba; em Itororó.
Enquanto isso, o prefeito Djalma do Mercado assiste a tudo sem adotar nenhuma medida que venha beneficiar a população.
 

PREFEITURA GASTOU MAIS DE 3 MILHÕES COM CONTRATADOS
 Em apenas 10 meses de governo a prefeitura de Itajú do Colônia gastou mais de R$ 3.400 (três milhões e quatrocentos mil) com os salários dos servidores temporários, ou seja, servidores sem concurso público, nomeados pelo Prefeito Djalma do Mercado (PSDB).
A média mensal é de 317 funcionários temporários, sendo que no mês de julho o valor gasto com a folha de pagamento desta categoria superou os R$ 400 mil, veja tabela abaixo.
Os dados dos foram retirados do Sistema Integrado de Gestão e Auditoria – SIGA , do site do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), como pode ser visto um resumo abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.